Ainda bem que gosto de grão de bico

Agora eu sei de verdade e com muita seriedade, emagrecer é coisa de gente grande, de adulto, de pessoa madura. Ninguém consegue emagrecer sem levar a sério o processo e o compromisso consigo mesmo. Sei disso por que venho tentando há anos e sem sucesso emagrecer, tudo que consigo é perder e ganhar, perder e ganhar e perder e ganhar.

Infelizmente, a brincadeira acabou para mim. Depois de começar a sentir alguns sintomas novos, resolvi procurar meu médico endocrinologista novamente, após mais de um ano sem dar as caras. Fiz a consulta do puxão de orelha básico e fui então me submeter a uma bateria de exames de sangue. Até ai ainda achava que tudo correria como antes.

Entre fazer os exames e retornar ao médico se passaram 45 dias e tive que já de cara pagar uma nova consulta. Mas o pior ainda estava por vir.

Meu médico examinou com atenção meus resultados e disse-me “Edson, infelizmente serei o portador de noticias muito ruins para você” me aproximei mais da mesa e apurei os ouvidos, “Não foi por falta de aviso” continuou ele, “Você conseguiu SER diabético de verdade, você agora É diabético” ele olhou bem sério para mim e continuou “Você terá que mudar radicalmente seu estilo de vida ou dentro de 2 a 4 anos você poderá ter sequelas graves e irrecuperáveis na sua saúde”.

Confesso que a partir deste ponto recebi uma aula sobre diabetes mellitus tipo 2, meu caso, como é causado, como se comporta e como silenciosamente vai tomando conta de seu corpo até deixa-lo cego, aleijado ou morto.

Fiquei assustado, depois triste e finalmente vi toda a minha ingenuidade e minha fé na pureza do mundo ir embora. Passei a partir daquele mesmo momento a sentir-me com 200 anos de idade e com um peso enorme sobre os ombros causado pela minha certeza que a minha situação foi causada por 57 anos de total irresponsabilidade com meu corpo e minha saúde.

Isto tudo aconteceu no inicio da terceira semana de dezembro último. De repente passei a me sentir 100% responsável pelo meu futuro e permanência saudável no planeta terra, tomei consciência que se quiser reverter este processo de adoecimento tenho que realmente me cuidar, mudando totalmente minha alimentação e voltando a praticar caminhadas regulares, o que já comecei a fazer.

Tem algumas sequelas já imediatas com o tratamento que estou me submetendo, a minha dosagem de metformina foi dobrada e passei a tomar uma aplicação de  victoza diariamente, para alguém como eu que tem horror a picadas, mesmo esta que parece mais uma picada de mosquito, já é um problema.

Desta vez sinto que é sério, por que não é só mais questão de emagrecer por vaidade, preciso emagrecer para continuar vivo, esta é a questão.

Consultei também um nutricionista que me passou uma dieta com muitas opções, uma delas é grão de bico que gosto muito e posso até comer todo dia sem enjoar e passei a consumir chocolate escuro ou dark como preferir com mais 50% de cacau e zero açúcar, comparado com o chocolate normal é como comer um pedaço de papel, mas é chocolate e me mantem vivo.

Feliz ano novo para todo mundo, vida nova e muita felicidade!

Imagem

Esse post foi publicado em Emagrecendo e marcado . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s